Você está aqui: Página Inicial > Adm. Indireta > SUDEMA > Notícias > PANCs: uma boa opção nutricional para seu cardápio

Notícias

PANCs: uma boa opção nutricional para seu cardápio

PANCs: uma boa opção nutricional para seu cardápio

PANCs: uma boa opção nutricional para seu cardápio

Em grande quantidade na Paraíba, as PANCs têm ganhado cada vez mais popularidade. “PANC” é um termo usado para identificar as Plantas Alimentícias Não Convencionais, ainda pouco consumidas por falta de informação e por serem confundidas, muitas vezes, com pragas ou ervas daninhas.

A maioria dessas plantas ainda não foi completamente estudada nem inteiramente inserida como alimento cotidiano, o que resulta em um consumo limitado desses vegetais ricos e nutritivos. “São plantas comestíveis, nutritivas como qualquer outro vegetal, hortaliça ou fruto, mas, por falta de conhecimento, muita gente não consome”, explicou Nathália Flôres, da Coordenadoria de Educação Ambiental (Ceda) da Sudema.

Entre as PANCs mais comuns em nosso estado estão as cactáceas, que abrangem espécies como o Mandacaru, Quipá, Xique-xique, Palmatória, Facheiro e Coroa-de-frade. Essas plantas têm como característica a presença de espinhos e caule viscoso, o que permite que elas sobrevivam a climas secos e com altas temperaturas. São plantas extremamente adaptativas, que retêm água e podem ser utilizadas pela população como fonte de hidratação.

Segundo Nathália, esses cactos já foram muito presentes na alimentação do nordestino, principalmente nos longos períodos de secas.

“Quando a gente trabalha novamente essa ideia das PANCs, agora numa nova geração, acabamos desmistificando essa imagem de escassez que é muito ligada ao consumo desses cactáceos. Além disso, os cactos têm um grande potencial econômico, uma vez que eles podem ser usados no preparo de receitas capazes de gerar um retorno financeiro. Já existem vários restaurantes que trabalham apenas com cactos, apenas com PANCs ou que introduziram essas plantas em seu cardápio”, completou.

Vale ressaltar, contudo, que é imprescindível manter um acompanhamento com um nutricionista. Apenas este profissional pode direcionar, recomendar e instruir quanto ao consumo dessas plantas de acordo com as necessidades de cada organismo. Assim, antes de incluir definitivamente as PANCs em seu cardápio, busque a opinião de um profissional da área.

Voltar para o topo